Pros e Contras do Bitcoin
10 (100%) 2 votes

O Bitcoin é uma moeda virtual, ou criptomoeda, controlada por uma rede descentralizada de usuários e que não está diretamente sujeita aos caprichos das autoridades bancárias centrais ou dos governos nacionais. Atualmente existem centenas de criptomoedas em uso ativo no mundo, mas hoje, com certeza o Bitcoin é a mais popular criptomoeda.

Além disso, o Bitcoin é a criptomoeda mais versátil que existe. Ele pode ser usado para comprar produtos de uma lista cada vez maior de comerciantes, hoje em dia cada vez mais as empresas e lojas aceitam bitcoin como pagamento. Ele também pode ser trocado com outros usuários privados como compensação pelos serviços executados ou para liquidar débitos pendentes.

Outra função importante dos bitcoins é que eles podem ser trocados por outros tipos de moedas, tanto moedas tradicionais quanto as virtuais, tudo de forma eletrônica de uma maneira que funciona de forma semelhante às trocas de moeda estrangeira. Infelizmente, ele também pode ser utilizado na prática de atividades ilícitas, como a compra de drogas ilegais e principalmente no tráfico de armas no mercado negro.

Abaixo, separamos para você uma breve explicação em relação ao funcionamento do bitcoin, além de explicar as vantagens e desvantagens de você utilizar os bitcoins, confira:

Como funciona o Bitcoin

O Bitcoin é suportado por um código-fonte que usa algoritmos extremamente complexos com a finalidade de impedir a criação ou duplicação não autorizada de novas unidades de bitcoin. Os princípios subjacentes do código, conhecidos como criptografia, são baseados em princípios matemáticos avançados e de engenharia da computação. É praticamente impossível quebrar o código-fonte do Bitcoin e manipular o fornecimento da moeda. Embora tenha sido precedido por outras moedas virtuais, o Bitcoin é conhecido como a primeira criptomoeda moderna. Isso ocorre porque o Bitcoin é o primeiro a mesclar certos recursos-chave compartilhados pela maioria das criptomoedas criadas posteriormente.

 

Anonimato do usuário

Um dos destaques do bitcoin é a proteção do usuário, vários tipos de proteções de privacidade são incorporados ao código-fonte do Bitcoin. O sistema dos bitcoin basicamente é projetado de maneira a registrar publicamente todas as transações realizadas e diversos outros dados relevantes, sem revelar a identidade dos envolvidos nas transações. Basicamente, os usuários do Bitcoin são identificados por chaves públicas, ou mais especificamente códigos numéricos que servem para a identificação de outros usuários. Vários tipos de proteções adicionais permitem que os usuários ocultem ainda mais a fonte e o fluxo do Bitcoin, como programas de computador especiais disponíveis para todos os usuários, dentre eles temos os chamados de serviços de mixagem.

A mixagem de bitcoin, de forma resumida, funciona como se fosse uma troca privada de uma unidade específica de bitcoin por outra de unidade idêntica, escondendo assim as informações do responsável pela transação

 

PROS do Bitcoin

 

1. Aceitação cada vez mais ampla como um método de pagamento

Atualmente, centenas de comerciantes aceitam pagamentos de Bitcoin. Graças a pesos pesados ​​como a gigante Overstock.com, é possível comprar vários tipos de item físicos e digitais usando unidades Bitcoin. A tendência é que daqui alguns anos, a grande maioria das lojas aceitem tanto o bitcoin, como também outros tipos de criptomoedas como forma de pagamento.

2. Taxas mais baixas de transação

Em comparação com outros métodos de pagamento digital, como cartões de crédito e PayPal, o Bitcoin possui taxas de transação bem baixas. Embora as taxas variem muito, é muito raro uma transação em Bitcoin custar mais de 1% do seu valor. Em comparação com taxas bem mais altas que chegam até em 5% em outros meios de pagamentos digitais e físicos.

3. Anonimato e privacidade em relação às moedas tradicionais

Usar contas bancárias ou executar transações online com cartões de crédito ou PayPal por exemplo, não protegem a sua privacidade mais do que usar dinheiro físico para fazer compras, isto é um fato. Embora as suas contas online e bancárias estejam sempre protegidas por vários módulos de segurança, sempre estarão suscetíveis a invasões e ataques de hackers. Além do mais que os comerciantes privados e as autoridades públicas podem acompanhar em tempo real o que você faz com o seu dinheiro. Por outro lado, as proteções de privacidade incorporadas do Bitcoin permitem que os usuários separem completamente suas contas Bitcoin de sua ‘’pessoa pública’’, se assim desejarem. Embora seja possível acompanhar os fluxos de Bitcoin entre os usuários, é muito difícil descobrir quem são esses usuários, principalmente quando são usados serviços de mixagem.

CONTRAS do Bitcoin

1. Suscetível à alta volatilidade do preço

Embora o Bitcoin seja a criptomoeda mais líquida e facilmente trocada, ela permanece sempre suscetível a oscilações de preços durante curtos períodos de tempo. Na esteira de um colapso o valor do Bitcoin caiu mais de 50%. Após o anúncio do FBI de que trataria o Bitcoin e outras moedas virtuais como “serviços financeiros legítimos”, o valor do Bitcoin aumentou em uma quantidade similar. No final de 2017, o valor do Bitcoin mais do que dobrou várias vezes, e se reduziu pela metade nas primeiras semanas de 2018 – perdendo milhares de dólares em valor de mercado quase que do dia para a noite. Embora a volatilidade ofereça, por vezes, benefícios de curto prazo para os investidores especulativos, torna a moeda altamente inadequada para investidores que são mais conservadores e com horizontes de tempo mais longos. E como o poder de compra do Bitcoin varia muito de uma semana para outra, é difícil para os consumidores o usarem como meio legítimo de troca.

2. Nenhum estorno ou reembolso

Com certeza uma das maiores desvantagens de usar o Bitcoin, é a falta de uma política mais séria e padronizada no que se refere a estornos ou reembolsos, como as empresas de cartão de crédito tradicionais ou meios de pagamento online possuem. Desta forma, os usuários que de alguma maneira forem afetados por fraudes em transações, ao comprar um produto usando bitcoins em uma loja virtual que não entrega por exemplo, não é possível solicitar um reembolso. Na verdade, a estrutura descentralizada do Bitcoin torna impossível para qualquer pessoa arbitrar e iniciar disputas entre os usuários envolvidos em alguma transação. Algumas criptomoedas mais recentes, como o Ripple, têm funções de reembolso, mas infelizmente esse recurso ainda não foi criado e implementado nos Bitcoin.